EBC: Américo Martins toma posse e fala em 'ousadia' e 'protagonismo'

Ligado .

Da redação, com informações da Agência Brasil e do Brasil247

Com a promessa de brigar por relevância e protagonismo para a comunicação pública, o jornalista Américo Martins tomou posse, nesta terça-feira (2), como novo diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O jornalista, editor-executivo da BBC de Londres entre 2006 e 2010 e que atuava, desde fevereiro deste ano, como diretor-geral da EBC, declarou que será preciso ter ousadia para promover 'mudanças fortes' na direção da empresa.

A EBC precisa começar a mudar – principalmente no que diz respeito ao conteúdo”, disse, em seu discurso de posse. Martins reconheceu o fato de a comunicação pública ficar 'de escanteio' no país, sem disputar a narrativa e a audiência com os meios comerciais. “A comunicação pública não pode ficar em um canto, assistindo ao que está acontecendo. A gente tem que disputar mercado, disputar corações e mentes e conseguir ter essa relevância e esse protagonismo”, sublinhou. "Precisamos nos comunicar melhor e com uma parte maior da população, sermos mais combativos e ousados".

Em entrevista às rádios da EBC, o diretor-presidente também defendeu o fortalecimento da rede pública de rádios e a ampliação de parcerias com emissoras comunitárias e universitárias, além de investimentos em tecnologia para aumentar a audiência e aprimorar a qualidade dos produtos ofertados ao público – atualmente, a EBC alcança cerca de 145 milhões de pessoas em 3474 municípios.

Ana Fleck, presidente do Conselho Curador da EBC, ressaltou a necessidade de a empresa investir em um jornalismo 'inspirador de mudanças sociais'. “Precisamos gastar nossas energias para tornar os veículos da EBC mais conhecidos pela maioria do público, fazendo chegar o sinal da TV Brasil aonde ele ainda não chega, melhorando o sinal das nossas rádios e fazendo uma comunicação multimídia realmente atraente e ligada às novidades do mercado audiovisual”.

Tereza Cruvinel foi presidente e uma das responsáveis pela implementação da EBC, em 2007Tereza Cruvinel foi presidente e uma das responsáveis pela implementação da EBC, em 2007'Conforto e esperança'

A jornalista e ex-presidente da EBC, Tereza Cruvinel, elogiou bastante o novo encarregado de alçar a iniciativa à altura do projeto, colocado em marcha em 2007.

Para ela, a posse de Martins desperta 'conforto e esperança' nos que valorizam o campo público da comunicação. “Martins tem clareza sobre o papel da comunicação pública, a missão da EBC, seus desafios e suas limitações”, escreveu em seu blog. “Tenho convicção de que, sob sua liderança, os novos colaboradores que estão chegando, juntamente com os do quadro permanente e os que já estão na casa, proporcionarão um tempo de conquistas, realizações e reconhecimento”.

Em retrospecto da luta pela criação e pelo fortalecimento da EBC, Cruvinel avalia, ainda, que “apesar dos percalços, das dificuldades inerentes à implantação tardia dos canais públicos no Brasil (ao contrário do que se deu na Europa e alhures), nada foi nem será em vão”. Leia o texto completo da jornalista aqui .

Mais mudanças

A posse de Américo Martins – que sucede Nelson Breve, nomeado secretário de Imprensa da Presidência da República – não é a única novidade na EBC. Conforme anunciado no portal da empresa , Ricardo Melo assumiu a Direção de Jornalismo, enquanto Albino Castro será o assessor especial da presidência. “Eles chegam com a missão de nos ajudar na consolidação de uma empresa com excelência em conteúdo e com foco na comunicação pública”, afirmou Martins.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar