Trabalhadores se unem contra desmonte da Previdência: 'Pedalada na Constituição'

Ligado .

Foto: Erika CeconiFoto: Erika Ceconi

Por Felipe Bianchi*, para o #VivaVéi

Medida emergencial para estancar um suposto rombo no setor, a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo de Michel Temer representa um ataque frontal à aposentadoria e, em especial, à classe trabalhadora. A avaliação é feita por especialistas e dirigentes de centrais sindicais que se reuniram nos dias 7 e 8 de fevereiro, em São Paulo, em seminário promovido pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Barão de Itararé presta solidariedade a Jean Wyllys

Ligado .

O Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé repudia veementemente qualquer decisão da Câmara dos Deputados que resulte em suspensão por 120 dias do mandato do deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) por quebra de decoro parlamentar durante a sessão de 17 de abril, quando foi aprovada a admissibilidade do pedido de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff.

PL que dá presente bilionário às teles voltará ao Senado

Ligado .

Da redação

Atualizado às 15h31 em 02/02/2017

Sem ser apreciado em plenário e sem qualquer tipo de debate público, o chamado PL das Teles foi aprovado pelo Senado e encaminhado a Michel Temer. O Projeto de Lei Complementar 79/2016 modifica profundamente a legislação brasileira e, mesmo em meio à crise econômica na qual o país está afundado, entrega às empresas de telecomunicações bilhões de reais em bens da União.

Eleito presidente do Senado nesta quarta-feira (1), porém, Eunício Oliveira (PMDB-CE) ordenou que o Projeto volte a tramitar no Congresso. O "Índio", como aparece nas delações da Odebrecht referentes à Operação Lava Jato, tomou a atitude tão logo assumiu a presidência da casa. 

De acordo com a página da campanha Internet Sob Ataque, a sanha em aprovar o presentaço às corporações do setor passou por cima não apenas do debate público ao qual o PL deveria ser submetido, mas também dos recursos que foram apresentados para discuti-lo. Se chegasse às mãos de Michel Temer, que ocupa a cadeira presidencial após a destituição de Dilma Rousseff, o peemedebista teria 15 dias para sancionar, embrulhar e entregar o presente.

A Coalizão Direitos na Rede, que reúne movimentos e entidades da sociedade civil, dentre eles o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, alerta para a necessidade de pressionar a presidência do Senado para que abra a discussão sobre o tema urgentemente.

 

 

 

Eugênio Aragão: Sem mídia, não haveria golpe nem abusos da Lava Jato

Ligado .

Por Felipe Bianchi

Não haveria 'esta' Lava Jato, com uso político, sem a mídia. A opinião é do procurador federal Eugênio Aragão. Em declaração ao Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, nesta segunda-feira (30), o ex-ministro da Justiça criticou o papel jogado pelos grandes meios de comunicação não apenas na espetacularização e partidarização da Operação Lava Jato, mas também no processo ilegal de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Eike Batista e os farsantes da mídia

Ligado .

Por Altamiro Borges*

A imprensa brasileira é mesmo muito cínica e cruel. Durante vários anos, ela endeusou o empresário Eike Batista. Jornalões, revistonas e emissoras de tevê e rádio exibiam o ricaço como um exemplo de sucesso, como a expressão mais reluzente do “deus-mercado”. Depois, quando surgiram as primeiras denúncias de suas falcatruas, a mídia passou a criticá-lo – não com a mesma contundência com que escandaliza os “políticos sujos” e as “estatais corruptas”. Agora, com sua ordem de prisão decretada, ela simplesmente passou a demoniza-lo, sem fazer qualquer autocrítica da bajulação do passado. As capas das revistas ‘Veja’ e ‘Época’ desta semana, que retratam Eike Batista como um marginal, confirmam todo o cinismo da mídia venal.