24 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Silvio Tendler: Reagir com humor e coragem ao desmonte covarde de Bolsonaro

Silvio Tendler, renomado cineasta brasileiro que está usando videochamadas para seguir produzindo filmes em tempos de pandemia, acaba de lançar um amplo movimento em defesa da cultura e da arte, propondo a união dos profissionais do setor em defesa da liberdade de expressão e de criação artística.
 
“O desmantelameno geral que Bolsonaro promove é covarde e criminoso, pois são milhões de pessoas que vivem desta cadeia econômica. Somos roteiristas, cineastas, sonoplastas, cenotécnicos, iluminadores, maquiadores, diretores de arte, curadores de exposição, cuidamos de quadros, esculturas, pesquisas. É uma infinidade de profissões e atividades sendo destruídas pela caneta de Bolsonaro”, denuncia. “Reagir com humor e coragem é uma lição que o jornalista Apparício Torelly, o Barão de Itararé, nos ensinou”
 
Em entrevista ao jornalista Altamiro Borges, Tendler fala sobre a sua trajetória de resistência deste o tempo do regime militar até a mobilização atual contra o fascismo bolsonarista, fazendo um chamamento à defesa de várias instituições da cultura no país. “Como se desmonta um país? Começando pela Cultura, Educação e Ciência. Bolsonaro segue à risca a cartilha do desmonte”, diz. “Desmontou o Ministério da Cultura como todo governo fascista faz e nós, infelizmente ficamos inertes. Estamos catatônicos há dois anos. Não podemos ficar nos sentindo culpados por perder a eleição para Bolsonaro. Perdemos a eleição, mas não perdemos nosso compromisso com a nação, não perdemos nossa identidade e nem nossas bandeiras de luta”.
 
Assista e deixe seu ‘joinha’! Curtiu? Comente, compartilha e inscreva-se no #CanalDoBarao. Curtindo e compartilhando nossos conteúdos, você nos ajuda a continuar na trincheira da luta por uma mídia mais democrática e plural!