20 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Jornalistas debatem o genocídio em Gaza e a cobertura da imprensa

Em pouco mais de 20 dias de acirramento da guerra na Faixa de Gaza, cerca de 8 mil palestinos foram mortos – em sua maioria, mulheres e crianças. A suposta retaliação ao Hamas é mais um capítulo sangrento da “nakba”, violenta ocupação com fins de limpeza étnica promovidos em território palestino há 75 anos.

Para entender o apartheid vivido pelo povo palestino e o que a cobertura da imprensa diz sobre o conflito e sobre a própria mídia, o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé recebe, na quarta-feira (1), às 16h, o seguinte grupo de jornalistas:

– Heloisa Villela, repórter-especial do ICL Notícias e única jornalista brasileira que esteve na Cisjordânia para reportar o conflito;

– Breno Altman, jornalista e fundador do Opera Mundi;

– Ana Prestes, socióloga, cientista política, escritora, analista internacional e Secretaria de Relações Internacionais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB);

Apresentação: Vanessa Martina-Silva, coordenadora do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, editora da Diálogos do Sul e membro da agência ComunicaSul

Assista, participe e inscreva-se nos canais!