25 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Em violência extrema contra o jornalismo, Youtube remove canal do Brasil de Fato RS

Sem nenhuma explicação, o Youtube excluiu, na segunda-feira (30), o canal do Brasil de Fato RS e seu podcast De Fato. No final da tarde, a redação recebeu uma mensagem breve informando ter encontrado “violações graves ou repetidas de nossa política de spam, práticas enganosas e golpes. Por isso, removemos seu canal do YouTube”.
 
Por Redação/ Brasil de Fato RS
 
 
Portanto, não se sabe por qual motivo houve a punição, uma vez que não pratica nenhuma das violações citadas pelo comunicado.
 
Imediatamente Brasil de Fato RS respondeu, solicitando uma reconsideração. Como a produção mais recente – o podcast De Fato – ingressou na rede no último sábado, supõe-se que a decisão possa ter alguma relação com ela, embora nada do que foi nela veiculado confronte as determinações do Youtube. Foi uma entrevista com o cientista político Bruno Lima Rocha que abordou as eleições na Argentina e a crise no Oriente Médio.
 
“Em nenhum momento da entrevista – acentua nosso comunicado – foram feitas manifestações que violam as diretrizes da comunidade. Pedimos a revisão da decisão. Caso não seja este o motivo, por favor nos informem para que possamos avaliar”.
 
Para Brasil de Fato RS, que já teve sua página do Facebook banida durante a eleição no ano passado, não há nenhuma dúvida: trata-se de uma violência absurda e extremada contra o exercício do jornalismo contra a qual recorrerá à justiça brasileira.