12 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Barão Minas promove debates sobre a Copa e mídia alternativa

 

O núcleo mineiro do Barão de Itararé promove, no mês de julho, dois debates dentro do projeto Encontros Temáticos. Os debates acontecem na Casa do Jornalista. Na quarta-feira, dia 23, às 19h, estará em discussão O legado da Copa e a cobertura da Mídia. Participam do debate a historiadora e blogueira Maria Frô, o jornalista e professor da PUC Minas João Carlos Firpe Penna, a cientista política responsável pelo escritório da ONG Internet sans Frontières no Brasil  Florence Poznanski, e o jornalista e ativista Beto Mafra.

No dia 30, às 19h, o jornalista e escritor José Maria Rabelo falará sobre Imprensa alternativa em Minas. Ele é um dos fundadores do Jornal O Binômio, tabloide que circulou em Minas entre 1952 e 1964, considerado um dos precursores da imprensa de resistência no país.

A Casa do Jornalista fica na Avenida Álvares Cabral, 400, Centro. Os dois eventos têm entrada franca.

Confira o evento no Facebook.


Núcleo Minas do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé

O Núcleo Minas do Barão de Itararé foi constituído durante a Semana Estadual pela Liberdade de Expressão, pela Democratização dos Meios de Comunicação e pelo Direito à Informação, realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais em abril deste ano. O Núcleo agrega pessoas que defendem maior pluralidade e diversidade informativa e cultural no país.

Os Encontros Temáticos têm o objetivo de pensar criticamente o fenômeno da comunicação no Brasil. Com esses eventos, o Barão de Itararé Minas pretende ampliar as discussões sobre a democratização da comunicação, contribuir para o fortalecimento dos fóruns já existentes e incentivar a criação de novos espaços públicos de debate.

O Núcleo Minas do Barão de Itararé questiona o poder da mídia comercial e valoriza as iniciativas de comunicação alternativa. Além dos jornais, rádios e TVs de caráter comunitário, a comunicação alternativa assume hoje outras feições: jornais e revistas digitais, vídeos, webradios, blogs, agências alternativas de notícias, websites colaborativos. Novas mídias e plataformas que desafiam o poder da mídia tradicional. Mídias alternativas que se propõem a garantir o direito à informação através da comunicação plural, diversificada e comprometida com a ideologia progressista.

Participe com ideias, sugestões e questionamentos: baraominas@gmail.com