20 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Especialistas de Cuba, Brasil e China discutem desinformação e o combate à pandemia na América Latina

Em fevereiro de 2020, a Associação Nacional dos Profissionais de Relações Internacionais (ANAPRI) e a Associação de Pós-Graduandos do PROLAM/USP, em parceria com o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, realizaram um debate sobre os impactos do coronavírus e da desinformação na China e na América Latina. Um ano e quase 300 mil mortos depois, os especialistas que se reuniram presencialmente naquele fevereiro de 2020, com a pandemia ainda por estourar no Brasil, reúnem-se – virtualmente – para dar sequência na discussão.

A live, que acontence nesta quarta-feira (24), às 19h, contará com a participação de Alexandre Padilha (médico, ex-ministro da Saúde, ex-secretário de Saúde da Cidade de São Paulo e deputado federal pelo PT-SP), do advogado Thomas Law (diretor presidente do Instituto Sociocultural Brasil-China – Ibrachina), da mestre Maria José Haro (Assessora/Subsecretaria de Relações Internacionais de Tucumán e mestre pela Universidade de Renmin, na China), do Embaixador Pedro Monzón Barata, Cônsul-Geral de Cuba em São Paulo, e de Mônica Valente, secretária executiva do Foro de São Paulo.

Assista ao vivo, a partir das 19h:

“O debate de 2020 aconteceu às vésperas de a pandemia se alastrar no Brasil. Foi o primeiro debate sobre o tema com especialistas no assunto, em meio à propaganda de fake news e desinformação, sobretudo por integrantes do Governo Federal, contra a China e as autoridades do país asiático”, explica Chico Denis, internacionalista, vice-presidente da ANAPRI e doutorando pelo Programa de Integração da América Latina (PROLAM/USP). Responsável pela mediação da atividade, ele acrescenta que a proposta  do diálogo, na primeira ocasião, era de alertar e informar sobre o perigo de tratar a pandemia com mentiras e distorções, apelando para o racismo e o discurso de ódio.

“A importância deste novo debate é relembrar que as orientações recomendadas justamente por autoridades de países como China, Cuba e instituições como a própria Organização Mundial da Saúde (OMS), além do próprio ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, poderiam ter evitado o trágico cenário no qual o Brasil se encontra hoje”, sublinha “Neste novo encontro, discutiremos o quadro do combate à pandemia na América Latina e a situação da China e, a partir disso, pensarmos como podemos contribuir para o enfrentamento da pandemia e da desinformação aqui no Brasil”.

Reveja a íntegra do debate de fevereiro de 2020:

Confira a convocatória para o evento de 24 de março de 2021 a seguir:

Há um ano, ocorria este mesmo debate para discutir as implicações econômicas, sociais e culturais da chegada da COVID-19 no Brasil e em toda a América Latina, assim como alertar sobre o combate às fake news e ao preconceito contra a China na sociedade brasileira.

Agora, completando um ano de pandemia, com mais de 280 mil vítimas perdidas para a COVID-19 e um processo de vacinação ainda lento, na próxima quarta-feira (24/03), às 19:00​hs, a Associação Nacional dos Profissionais de Relações Internacionais (ANAPRI), com apoio do Centro de Estudos da Mídia Alternativa “Barão de Itararé”, TV 247 e Instituto Sociocultural Brasil-China convidam a todas e todos para a webnar: 1 ano de Pandemia: Implicações no Brasil e na América Latina”.

O encontro contará com a presença de Mônica Valente, secretária executiva do Foro de São Paulo, de Alexandre Padilha, médico, ex-ministro da saúde, ex-secretário de saúde da Cidade de São Paulo e deputado federal (PT-SP), do advogado Thomas Law, diretor presidente do Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina), da mestre Maria José Haro, Assessora/Subsecretaria de Relações Internacionais de Tucumán e mestre pela Universidade de Renmin (China), do Embaixador Pedro Monzón Barata, Cônsul-Geral de Cuba em São Paulo.

A mediação será feita por Chico Denis, internacionalista, vice-presidente da ANAPRI e doutorando pelo Programa de Integração da América Latina (PROLAM/USP).

Cronograma:

1. Boas-vindas e agradecimentos – Chico Denis (2 min) – 19h05min
2. Palavras de Alexandre Padilha – (10 minutos) – 19h07min
3. Palavras de Mônica Valente – (10 minutos)- 19h17min
3. Palavras do Embaixador Pedro Monzón (10 minutos)- 19h27min
4. Palavras de Thomas Law –(10 minutos)- 19h37min
5. Palavras de Maria José Haro (10 minutos)- 19h47min
6. Perguntas do público (até 5 perguntas e 2 minutos para respostas)- 19h57min
7. Encerramento – Chico Denis (2 minutos)- 20h30