19 de junho de 2024

Search
Close this search box.

Seminário do MinC debate proposta do Museu da Democracia brasileira

Anunciado pela ministra da Cultura, Margareth Menezes, logo após os atentados contra os três Poderes, em 8 de janeiro, o Museu da Democracia brasileira começa a tomar forma nesta semana. O Ministério da Cultura (MinC) realiza nos dias 14 e 15 de setembro, no Palácio do Itamaraty, o Seminário Memória e Democracia. O evento dá início ao processo participativo de escuta e debate com a sociedade que subsidiará a modelagem das bases conceituais e museológicas do novo equipamento. 

“​​O seminário é uma oportunidade de diálogo entre pessoas de diferentes áreas da cultura e do conhecimento, promovendo uma discussão aberta sobre a democracia, sua história, significado e importância na vida política, social e cultural do Brasil”, afirma a ministra da Cultura, Margareth Menezes, que estará na mesa de abertura juntamente com o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, o secretário-Executivo do MinC, Márcio Tavares, a presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Fernanda Castro, e o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Leandro Grass.
 
Estão previstas performances artísticas e mesas com especialistas que vão refletir sobre como a sociedade, os artistas e a cultura contribuem para a concepção e a sustentação da democracia. Serão abordados temas como “Democracia no Brasil: Memória, História, significado”; “Democracia para quem? Uma nova agenda de Direitos”; “Não há Democracia sem arte” e; “Construindo o Museu da Democracia Brasileira”. 
 
Para debater os temas, foram convidadas a historiadora e cientista política, Heloisa Starling, a historiadora e antropóloga, Lilia Schwarcz, o cofundador da instituição Redes de Desenvolvimento da Maré, Édson Nóbrega, a professora Ynaê Lopes dos Santos, a poeta e geógrafa, Márcia Kambeba, o integrante da Fundação do Museu da Memória e Direitos Humanos (MMDH) do Chile, Álvaro Ahumada San Martín, entre outros.
 
O encerramento terá as cantoras e compositoras Zélia Duncan e Ana Costa, acompanhadas das musicistas Geiza Carvalho, Jessica Zarpey, Giselle Sorriso. Na ocasião, Zélia Duncan lançará o seu novo álbum musical “Sete mulheres pela independência do Brasil.”
 
A realização do Seminário é da Subsecretaria de Espaços e Equipamentos Culturais (SEEC) do MinC, Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Presidência da República, com apoio da Secretaria Geral e Ministério das Relações Exteriores. 
 
Já a curadoria do seminário é assinada pela historiadora e professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Heloísa Starling, pela subsecretária Cecília Sá  (MinC), pela coordenadora do Projeto República: núcleo de pesquisa, documentação e memória, Marcela Telles e pela coordenadora-geral de projetos Izabel Torres (MinC).
 
Museu
 
O Museu da Democracia brasileira tem como objetivo resgatar e registrar a educação para a memória e para a construção da cultura democrática do país. A proposta pretende combinar descoberta, aprendizado e troca de conhecimentos que contribuam para o entendimento sobre a história democrática do Brasil e sobre os diversos momentos em que brasileiros e brasileiras se mobilizaram com o objetivo de implantar, defender e expandir a democracia em nosso país.
 
Para participar basta fazer o credenciamento neste link. Confira a programação completa aqui

Serviço:

Seminário Internacional Memória e Democracia

Data: 14 e 15 de setembro de 2023

Local: Auditório Wladimir Murtinho – Palácio do Itamaraty