22 de julho de 2024

Search
Close this search box.

FNDC: A coragem de Lula e o vira-latismo da mídia

A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a similaridade entre o extermínio do povo palestino que Israel hoje tenta levar a cabo e o nazismo que perseguiu e massacrou judeus no século passado foi acertada, corajosa e precisa.

Por Redação/FNDC
Foto: Ricardo Stuckert/PR

Chocante mesmo é o papel lamentável da chamada grande mídia brasileira, que corre a fazer coro ao discurso falacioso do gabinete de Benjamin Netanyahu, uma força política corrupta que tenta sequestrar o judaísmo para si enquanto sustenta um regime colonialista, fascista e racista, que nada tem a ver com tradição judaica cultural ou religiosa.

Em uníssono, os veículos da mídia comercial adotaram a versão do atual governo de Israel e de entidades abertamente sionistas que atuam no Brasil, demonstrando parcialidade diante das atrocidades cometidas em Gaza e subserviência ao país estrangeiro ao naturalizar o constrangimento imposto à diplomacia brasileira e a ofensa ao Presidente Lula, que se destaca na geopolítica internacional pelos seus esforços pela paz.

A luta pela democratização da comunicação torna-se cada vez mais urgente e necessária, inclusive diante de um cenário lamentável de cobertura jornalística submissa à propaganda dos poderosos.

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) reafirma sua solidariedade ao povo palestino, manifesta sua concordância com a política externa do governo brasileiro e saúda a coragem do Presidente Lula.