18 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Como a mídia cobriu os diálogos divulgados entre Moro e Dalagnol

Laurindo Leal Lalo, jornalista, diretor do Barão de Itararé e da ABI (Associação Brasileira de Imprensa), diz que a mídia não foge à regra à medida que sempre foi parceira da Operação Lava Jato e do ex-juiz Sérgio Moro. Para ele, desde os governos Lula e Dilma Rousseff, os meios de comunicação optaram por criminalizar a política.

Lalo afirma que Moro sempre disse que só teria sucesso se houvesse apoio da mídia, a exemplo da Operação Mãos Limpas, na Itália. Para ele, houve um casamento perfeito de interesses a partir da Lava Jato e que em nenhum momento o objetivo foi o combate à corrupção e sim impedir a eleição presidencial de Lula. Lalo diz que há censura empresarial pela mídia na divulgação das novas conversas entre Moro e o procuradores da Lava Jato porque temem que se chegue até seus interesses.