AO VIVO: FNDC lança relatório das violações à liberdade de expressão sob Bolsonaro

Comunicação
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na semana do Dia Nacional de Luta pela Democratização da Comunicação (17/10), o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação lança o segundo relatório da Campanha Calar Jamais, que traz um panorama das violações à liberdade de expressão ocorridas no Brasil entre junho de 2019 e fevereiro de 2022.

A atividade será online e contara com a presença de Renata Mielli (Barão de Itararé), pesquisadora e colaborador do documento, além de Akemi Nitahara (trabalhadora da EBC), Pedro Hallal (professor e pesquisador) e Rodrigo Grassi "Pilha" (ativista), estes vítimas de casos emblemáticos de cerceamento à liberdade de expressão denunciados no documento. Com mediação de Larissa Gould, secretária-geral do FNDC, o 2º relatório e o debate contam com o apoio da Fundação Friedrich Ebert Brasil (FES Brasil).

Assista ao vivo:

Lançada em maio de 2016, imediatamente após o golpe midiático-jurídico-parlamentar que destituiu a presidenta Dilma Rousseff, a Campanha vem denunciando casos emblemáticos que demonstram a escalada de intolerância e a impossibilidade de um governo de extrema-direita conviver com as diferenças e a oposição de forma respeitosa e democrática.

Ao longo dos casos sistematizados no relatório, é possível notar que a violação à liberdade de expressão foi institucionalizada no país à medida em que o presidente da República, Jair Bolsonaro, é o principal porta voz da violência, da agressividade contra qualquer profissional (jornalista, comunicador, artista, professor), veículo de comunicação, grupo artístico-cultural, instituição educacional que expresse uma visão de país e mundo distinta a sua e a de seu governo.

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação espera que este documento contribua para trazer a tona a reflexão necessária sobre a urgência em se construir mecanismos para criar políticas públicas de proteção a jornalistas e comunicadores, para o desenvolvimento de um ambiente mais democrático no debate público, o que na nossa perspectiva só pode ser feito com a mudança profunda dos rumos que o Brasil, com a discussão de políticas para democratização da comunicação.

Serviço

Lançamento 2º Relatório Calar Jamais “Violações à Liberdade de Expressão no Brasil - 2019 a 2022
Quarta (19/10) às 19h
Online: Canal do Youtube do FNDC e FES Brasil e páginas do Facebook do FNDC e entidades associadas.