12 de julho de 2024

Search
Close this search box.

Altamiro Borges: Bolsonaro usa Jovem Pan para atacar a Globo

Na sexta-feira (26), em mais uma das suas entrevistas à emissora chapa-branca Jovem Pan – já apelidada de Jovem Klan –, Jair Bolsonaro voltou a atacar a rival TV Globo. “Querem me sepultar”, choramingou o vitimista ao se referir à sabatina comandada por William Bonner e Renata Vasconcelos no Jornal Nacional. Diante da bancada do programa Pânico, formada por notórios direitistas e oportunistas como Emilio Surita, Samy Dana e Rodrigo Constantino, o “capetão” deixou explícito que tentou intimidar os jornalistas globais aos escrever em sua mão o nome de Dario Messer:

“É o doleiro dos doleiros. Ele disse que, ao longo de 20 anos, de duas a três vezes por mês, entregava de US$ 50 mil a US$ 300 mil lá no estacionamento do Jardim Botânico para os irmãos Marinho. Para fazer o quê? Comprar direitos televisivos… Agora, isso não vai para frente. O poder deles é muito grande, daí o que eles podem fazer? Querer sepultar de vez isso. Como? Me sepultando, não tem outro caminho”.

Altamiro Borges

O fascistoide também criticou a pergunta da âncora do JN, que o questionou sobre a ação do governo nos momentos mais dramáticos da pandemia de Covid-19 – lembrando que o genocida zombou de pessoas que precisavam de oxigênio. “Não respondi ali para a Renata porque ela falou com tanta convicção aquilo… Se eu rebato a Renata, iam falar que estava agredindo as mulheres”, afirmou o misógino crônico.

Mentira sobre publicidade na Globo

Jair Bolsonaro ainda admitiu que é “tosco” ao ser questionado pelo pateta Rodrigo Constantino sobre sua estratégia de comunicação. “Eu sou um cara meio tosco! Não dá para mudar! Eu procuro me policiar na maneira de falar, mas…”. Em outro momento, ele afirmou que a sabatina no JN foi uma “sessão pancada, nada além disso. A Globo tem um candidato, é o Lula. Tá na cara, só não enxerga quem não quer”.

Em mais uma de suas fake news, o fascista afirmou que a Rede Globo apoia o líder petista porque o seu governo “fechou as torneiras” da publicidade. Como conferiu o site UOL, “a declaração é falsa. Segundo os dados da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência, o governo aumentou em 75% o gasto com publicidade na emissora de janeiro a junho deste ano, em comparação com o mesmo período de 2021”. 

 
De 1º de janeiro a 21 de junho de 2021, a TV Globo recebeu R$ 6,5 milhões em anúncio publicitário. Já em 2022, no mesmo período, foram R$ 11,4 milhões. A disputa pela audiência em um ano eleitoral motivou a prioridade do governo federal. “O valor investido em publicidade neste ano representa 41% do montante total destinado à compra de espaços publicitários na emissora (R$ 27,5 milhões) em quatro anos de mandato – considerando o mesmo período para cada ano do governo Bolsonaro”.