19 de junho de 2024

Search
Close this search box.

Simples Assim Podcast debate discurso de ódio nas redes sociais

No episódio do Simples Assim Podcast, desta quinta-feira (20), as apresentadoras Sandra Recalde e Izabel Oliveira falam sobre um assunto que toma conta das redes sociais que é o discurso do ódio e a intolerância. Elas expressam indignação diante dos comentários odiosos que recebem em suas redes sociais.

Elas refletem sobre a preocupante falta de diálogo e respeito na sociedade atual, onde o ódio é disseminado em vez de ideias serem debatidas de forma crítica, ainda que com discordâncias.

WhatsApp Image 2023 07 20 at 14.32.39 1

Nesta conversa, Sandra e Izabel convidam os ouvintes a refletirem sobre a importância de promover um ambiente saudável de discussão, onde o respeito e a empatia sejam fundamentais. O episódio estará disponível a partir das 20 horas (horário de Brasília).

Simples Assim e Barão de Itararé

Sandra Recalde e Izabel Oliveira moram em Maricá, no Rio de Janeiro. Duas amigas que resolveram passear pelas veredas da internet. Elas querem compartilhar o que pensam sobre a vida, sobre filhos, filhas, netos, netas, preconceito, religião, política, contradições, angústias, sonhos, decepções e vontades reprimidas. Sem assuntos proibidos, mas que tenham é claro, o respeito como base, mesmo que existam assuntos difíceis ou controversos.

“Aqui as diferenças serão o combustível para chegar mais perto da verdade de forma humana, dialogando com o público de forma descomplicada, objetiva, simples. Humanidade é o que nos move. O Respeito as diferenças nos orientam”, afirma Recalde.


Simples Assim vai ao ar todas as quintas feiras, sempre às 20h, pelo Youtube e Spotify. Elas também estão presente nas plataformas Instagram, Facebook, Twitter, Tik Tok – basta procurar por SimplesAssimPodcast.

A parceria com o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé vem no sentido de somá-las à luta pela democratização da comunicação, pelo combate às desinformação na internet, sempre com o norte de conquistar maior pluralidade e diversidade informativa e cultural no país.

Siga o podcast nas plataformas: YouTube, Instagram e Spotify