23
Qua, Jan

ACM Neto entrega Carnaval para TV Globo

Cultura
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O demo ACM Neto, prefeito de Salvador, tem ligações históricas e carnais com a TV Globo. A sua família possui uma emissora de televisão que é afiliada do império global na Bahia e que é usada diariamente como palanque eleitoral das 

forças de direita no Estado. Mas neste Carnaval, o filhote da ditadura militar – neto do coronel ACM – abusou desta relação promíscua. Ele simplesmente tentou sabotar a transmissão dos blocos carnavalescos pela TVE, a tevê educativa do governo estadual. A ação foi arbitrária e truculenta, com o uso de fiscais da prefeitura para impedir a colocação de câmeras da emissora pública. 



Diante de mais este atentado à liberdade de expressão, a CUT-BA divulgou nota de repúdio contra a “atitude golpista, fascista, antidemocrática e desrespeitosa” do prefeito do DEM. Segundo a central sindical, o governante “agiu de forma desigual entre as emissoras de TV ao atentar contra a liberdade de imprensa e ao tentar barrar as transmissões ao vivo do carnaval da Bahia pela TVE”. A nota lembra que a prefeitura chegou a proibir a instalação das câmeras no circuito Barra-Ondina, “mesmo após a emissão de laudo técnico liberando a transmissão”. Para a CUT-BA, a postura de ACM Neto é mais uma “atitude mesquinha, desastrosa e arbitrária, que só fortalece sua imagem de prefeito aliado de Michel Temer” e inimigo dos direitos trabalhistas. 

Em nota divulgada na quinta-feira (8), a TVE já havia manifestado sua preocupação com a censura do prefeito-demo e exigiu o direito de ter as mesmas condições para a transmissão do Carnaval. A emissora pública ainda informou que esta seria a maior cobertura da folia popular, com mais de 65 horas de transmissão ao vivo, e a cobertura exclusiva dos circuitos Barra, Campo Grande e Pelourinho. Mesmo assim, na primeira noite da festança nas ruas de Salvador, na quinta-feira, fiscais da prefeitura ainda foram até a plataforma da TVE para impedir a transmissão, alegando que os equipamentos prejudicariam a circulação de pessoas. A TV Globo deve ter agradecido a ajudinha de ACM Neto, que cogita ser candidato ao governo estadual neste ano.