17 de junho de 2024

Search
Close this search box.

Altamiro Borges: Tratada com paranoia e imbecilidade, pandemia agravará destruição causada pelo próprio governo

“Apesar dos terraplanistas e negacionistas, a ciência está demonstrando que esta pandemia é muito séria. Não é fantasia, como disse um rapaz lá em Brasília. Não é histeria da imprensa, como esse mesmo rapaz afirmou. Não é uma ‘gripezinha’, como esse mesmo rapaz, pra não falar imbecil, gosta de dizer”, opina o jornalista Altamiro Borges, do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé.

Em papo com Gustavo Conde, neste domingo (22), Borges detonou a incompetência do governo e a paranoia de Bolsonaro ao tratar do Coronavírus (Covid-19): “Estamos num ritmo de crescimento da pandemia similar ao da Itália. É triste, pois vai atingir principalmente as pessoas mais necessitadas do país. Pessoas que, até pouco tempo atrás, contavam com os cuidados de médicos cubanos, que foram expulsos por este governo. São essas pessoas, também, as mais prejudicadas pela reforma trabalhista, que detonou o emprego e empurrou tanta gente para o trabalho temporário, intermitente e informal. É essa camada da população que será mais atingida pela pandemia”.

 “Não adianta vir culpar o coronavírus pela desgraça brasileira. A desgraça brasileira já vinha de antes”, acrescenta. “Falaram muito que bastava derrubar a Dilma Rousseff que a economia voltaria a bombar. ‘Caiu a Dilma, o PIB dobra’, disseram. A economia paralisou. O ‘pibinho’ de 1% do Bolsonaro foi antes do Coronavírus. Estamos falando de uma figura truculenta, um fascista que dorme com uma arma do lado da cama, segundo ele próprio”.

O discurso paranoico de Bolsonaro, que segue a cartilha de Donald Trump para se pronunciar sobre o “vírus chinês”, em uma teoria pra lá de ridícula, também não é novidade. “Esse cara vive de apontar inimigos. Agora é a China. Mas também são as ONGs, os técnicos de órgãos públicos… O governo promoveu exonerações em massa. Macartismo puro! Os excelentes médicos cubanos foram expulsos por serem supostos guerrilheiros são os mesmos que estão sendo recebidos com aplausos na Itália por sua solidariedade. O Coronavírus é um fato novo que mostra a inépcia, a incompetência e sobretudo a imbecilidade deste governo”.

Assista à íntegra do bate-papo: